Orla Conde, Rio de Janeiro

ORLA CONDE, PARTE 1: O PASSEIO MAIS CHARMOSO DO RIO DE JANEIRO.

Você vai conhecer agora o roteiro de um  passeio pela região mais comemorada e visitada por turistas e cariocas:  a Orla Prefeito Luiz Paulo Conde, chamada pelos locais de Orla Conde. Um espaço de cerca de 3 Km de extensão, repleto de atrações, locais de descanso e lazer para adultos e crianças.

Galpões Orla Conde
Orla Conde. mais de 3 km de atrações e lazer.

Durante os jogos Olímpicos e Paralímpicos, o local foi chamado de Boulevard Olímpico e mais de 2 milhões de pessoas passearam, fotografaram e se divertiram por lá.

Orla Conde, Rio de Janeiro
Trecho do Arsenal da Marinha.

Vamos conhecer um pouco das principais atrações desta região da cidade do Rio, totalmente revitalizada e reurbanizada, que não pode ficar de fora do seu roteiro de viagem.

Como chegar na Orla Conde?

A melhor forma de chegar na Orla Conde é usar o Metrô e o VLT.

Vá até uma estação do Metrô e pegue o trem da Linha 1, até a estação CINELÃNDIA. Saia da plataforma seguindo as placas da saída A – Theatro Municipal. Você já começa o passeio bem em frente a um dos mais belos e imponentes prédios do Rio. Inaugurado em 1909, é considerado a principal casa de espetáculos do Brasil e uma das mais importantes da América do Sul.

De frente para o teatro você verá à direita a linha do trem VLT, caminhe até a parada e pegue o VLT sentido Rodoviária. Desça na parada UTOPIA AQUARIO. Você vai estar no começo de nosso passeio à pé pela Orla Conde, ou Boulevard Olímpico.

Você também pode ir de ônibus, mas para isso vai precisar da ajuda de um aplicativo. Aconselho que você baixe no seu celular o MOVIT. Ele localiza onde você está, indica onde fica o ponto mais próximo, a linha de ônibus que você precisa pegar e acompanha você durante a viagem, indicando, com um alerta sonoro, o ponto em que precisa descer.

Para facilitar a localização de todas as atrações que vamos encontrar pelo caminho, acompanhe no mapa abaixo todos os pontos citados aqui. Os números, entre parênteses no texto, estão marcados no mapa.

WordPress Google Maps Plugin

Comece com um deslumbrante passeio pelo fundo do mar.

Nossa caminhada começa no Bairro da Gamboa onde fica o AquaRio(1), o maior aquário marinho da América do Sul. Inaugura em novembro deste ano.AquaRio, Rio de Janeiro

São 26 mil m2 de área construída e 4,5 milhões de litros de água, 8 mil animais de 350 espécies diferentes em exposição nos vários recintos e tanques grandiosos.

Tanque Principal.
Tanque Principal.

Uma das maiores atrações é o tanque principal, com sete metros de altura e 3,5 milhões de litros de água .

Túnel - AquaRio - Orla Conde - Rio de Janeiro
Túnel que atravessar Tanque Principal

O mais incrível é passar por dentro dele através de um túnel transparente com uma infinidade de peixes ao redor.

Museu do Surf - AquaRio - Orla Conde - Rio de Janeiro
Museu do Surf – AquaRio
Loja - AquaRio - Orla Conde - Rio de Janeiro
Loja – AquaRio

Além disso o AquaRio tem tanque para mergulho, Museu de Ciencias, Museu do Surf, tanques de toque, para as crianças poderem interagir com alguns animais expostos, loja e área de alimentação.

Mais informações no site do AquaRio.

Veja aqui a frente e o verso do folder com o mapa das atrações e informações sobre o AquaRio.

O maior mural do mundo está na Orla Conde.

Vamos seguir o trilho do VLT(veículo Leve sobre Trilhos, o nosso Tram), pela Orla Conde. Um pouco mais adiante você vai estar em frente ao Mural “Todos Somos Um”(2), o maior do mundo, reconhecido pelo “Guiness World Records”.

Painel Etnias, Orla Conde, Rio de Janeiro

Criado e pintado pelo paulistano Kobra, o mural tem 15 metros de altura e 170 metros de comprimento de pura arte.Painel Etnias, Orla Conde, Rio de Janeiro

Cinco rostos representam nativos de cada um dos cinco continentes: os huli, da Nova Guiné (Oceania), os mursi, da Etiópia (África), os kayin, da Tailândia (Ásia), os supi, da Europa, e os tapajós, das Américas. O artista Eduardo Kobra é craque na arte do grafite e tem murais no Japão, Estados Unidos, Polonia e vários outros países mundo afora. Prepare sua máquina fotográfica.

Clique aqui para ver uma foto panorâmica do painel completo.

Chegando ao Rio de navio.

Seguindo nosso passeio vamos encontrar à esquerda os Galpões que abrigam os terminais de chegada do Porto do Rio(3).Pier da Praça Mauá, Orla Conde

A grande vantagem de chegar ao Rio de navio é que agora você desembarca no centro de uma das principais regiões turísticas da cidade. A partir daí, usando o VLT, que tem uma parada em frente ao desembarque, e integrando metrô e ônibus, você chega ao Pão de Açúcar, ao Cristo Redentor ou ao Jardim Botânico, por exemplo.
Pier da Praça Mauá, Orla Conde Aqui está um resumo de como chegar a estes e outros lugares, partindo do Porto do Rio. Imprima e traga com você.

Samba de primeira e de graça.

Saindo um pouco da Orla Conde, a cerca de 350 metros, está a Pedra do Sal(4), onde acontecem, todas as segundas e sextas, shows gratuitos do mais puro e tradicional samba de raiz carioca.

Pedra do Sal, Rio de Janeiro

Os shows começam por volta das 20h00 e reúnem cariocas e turistas, que se aglomeram em volta da grande mesa onde se apresentam os músicos e das barracas que vendem cerveja e salgados. Programa imperdível. Para mais informações clique aqui.

Voltando à orla, chegamos à Praça Mauá(5).

Praça Mauá, Rio de Janeiro
CLIQUE PARA AMPLIAR A FOTO.

De um lado vemos o imponente Museu do Amanhã(6),Museu do Amanhã, Praça Mauá(, Rio de Janeiro

do outro lado o belo prédio do Museu de Arte do Rio, MAR(7).Museu de Arte do Rio de Janeiro, MAR

No Museu do Amanhã, a importância de cada um no futuro do planeta.

Museu do Amanhã, Praça Mauá(, Rio de Janeiro

O imponente prédio do Museu do Amanhã passou a integrar a galeria de ícones da Cidade do Rio de Janeiro. Uma visita, vai fazer você mudar sua visão do seu papel no futuro de nosso planeta. Vale conferir.

Clique aqui e saiba mais sobre o Museu do Amanhã.

Shows, debates e mostras no MAR.

Museu de Arte do Rio de Janeiro, MAR

O Museu de Arte do Rio(6), é mais conhecido como MAR. Preste atenção na cobertura, em forma de onda, que une os dois prédios de estilos completamente diferentes. O da esquerda em estilo modernista abrigava um terminal rodoviário. O da direita, o elegante Palacete Dom João VI, tombado pelo Patrimônio Histórico, abriga as salas de exposição.Museu de Arte do Rio de Janeiro, MAR

O MAR promove palestras e debates sobre temas de interesse da comunidade. Shows e eventos culturais além das exposições de arte nacional e internacional.

Clique aqui e confira a programação.

Você pode programar uma visita ao Mar, comprando, no Museu do Amanhã, um bilhete para os dois Museus por um preço especial e mais barato. E não precisa visitar os dois no mesmo dia.

Veja aqui informações sobre horários e preços.

DICA 3 Toda terça feira a entrada é gratuita.

No terraço do Museu funciona o Restaurante Mauá, uma boa pedida para quem quer recuperar energias e apreciar pratos exóticos com ingredientes bem brasileiros. Além da boa comida uma vista espetacular da Praça e do Museu do Amanhã. Recomendo.

Veja aqui o Cardápio.

Restaurante Mauá, Museu de Arte do Rio de Janeiro, MAR
Restaurante Mauá

Uma pequena jóia no Centro da cidade.

Vamos sair mais uma vez da Orla Conde, para conhecer uma relíquia da cidade: o Mosteiro de São Bento(8).Mosteiro de São Bento, Rio de Janeiro

Fundado por monges beneditinos, que vieram de Salvador, em 1590, o Mosteiro funciona até os dias de hoje, no alto do morro de São Bento.Mosteiro de São Bento, Rio de Janeiro

A igreja, começou a ser construída em 1633 e foi concluída em 1671.

Interior do Mosteiro de São Bento, Rio de Janeiro Seu interior é riquíssimo, totalmente forrado com talha dourada, uma técnica em que a madeira é esculpida e depois revestida por uma película de ouro. Interior do Mosteiro de São Bento, Rio de JaneiroVários mestres entalhadores foram responsáveis por esculpir as estátuas e as talhas que cobrem a nave da igreja. Por isso a mistura de estilos que vai do Barroco de fins do século XVII ao Rococó da segunda metade do século XVIII.

DICA 3    Todo domingo, às 10:00h, tem Missa Conventual Solene, celebrada com órgão e canto gregoriano, entoado pelos monges beneditinos enclausurados no Mosteiro. Convém chegar com meia hora de antecedência pois é bem concorrida.

A clausura do Convento não é aberta a visitação, exceto  nos dias de Corpus Christi e de Finados, quando se pode visitar o claustro.

O Mosteiro abre todos os dias das 06h às 18h.

Vamos continuar nosso passeio pela Orla Conde na segunda parte deste post.

ORLA CONDE – PARTE 2: COMO FAZER UM PASSEIO DE BARCO, BARATO, PELA BAÍA DE GUANABARA.

HOME

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *