PLANEJANDO_07A

7 DICAS PARA UMA VIAGEM, SEM PROBLEMAS, AO RIO DE JANEIRO.

1 – PROGRAME SUA VIAJEM

Faça um roteiro preciso dos locais que você quer visitar a cada dia de viajem. Isso vai definir o melhor ponto para se hospedar. Assim, você evita grandes deslocamentos e ganha tempo. Como no Rio a maioria dos pontos de interesse são na Zona Sul, vale a pena se hospedar na região.

2 – CUIDADOS AO PEGAR TAXI.

Taxischild mit Spiegelung im Dach des TaxisPara evitar problemas, procure sempre ter em mãos o roteiro  com o melhor caminho para chegar ao seu destino e peça para o motorista segui-lo. Pesquise o roteiro na internet.

Só nos aeroportos ou rodoviária, existem balcões, para reserva de taxi, com tabelas com valores fixos das corridas até cada um dos bairros do Rio. Nestes locais prefira estes taxis.

E lembre-se: Fora de aeroportos ou rodoviária, a corrida deve ser cobrada sempre pelo taxímetro.

Veja todas as dicas no post Transporte público/taxi.

3 – NAS PRAIAS.

Praia do Leblon - Rio de Janeiro
Praia do Leblon – Rio de Janeiro

Em geral alguns Hotéis da orla oferecem cadeiras de praias para os hospedes, se não for o caso do seu hotel, se quiser, pode alugar cadeiras e guarda sol na praia. Mas ATENÇÃO as barracas que alugam cadeiras devem ter as tabelas de preços fixadas. CONSULTE. Os espertos costumam dobrar o preço quando vêem que é turista.

Procure levar para a praia apenas o necessário – protetor solar, toalhas, boné ou chapéu. Dinheiro, sempre trocado, e pequenas quantidades, guardado em pequenas bolsas ou em bolsos fechados. Evite levar bolsas grandes, máquinas fotográficas profissionais e jóias.

Praia do Leblon - Rio de Janeiro
Nunca deixe suas coisas de valor desacompanhadas na areia.

4 – CUIDADO COM O SOL DO RIO

cuidados-com-o-sol
Isso dói…

Nunca se esqueça que estamos num país tropical e o sol, principalmente, entre 10:00h e 15:00h, não perdoa. Mesmo com tempo nublado use protetor solar, senão, você corre o risco de passar o resto da viagem curtindo as dores das queimaduras. Lembre-se, se tem a pele clara, não vão ser dois ou três dias de sol que vão te deixar bronzeado. Se ficar muito tempo exposto ao sol, você vai é ficar vermelho pimentão e passar noites bem incomodas.

5 – SEGURANÇA

gringosEu acho que você reconhece um turista quando encontra um caminhando na sua cidade, não é? Aqui é a mesma coisa. Pois é, então procure se misturar com os moradores da cidade. Como? Nada de ostentação. Não saia com jóias, bolsas grandes e de marca, câmera fotográfica pendurada no pescoço(coloque a câmera em bolsas comuns, que não chamem a atenção). Evite carregar o celular na mão.

Use roupas comuns, descontraídas. Sandálias com meias pretas, nem pensar! Os cariocas adoram andar de sandálias, até à noite. Use tênis com meias brancas de cano curto. Nada de camisas muito coloridas ou de times de futebol, prefira camisetas discretas.

pocheteSe possível deixe o passaporte no cofre do hotel, principalmente se for à praia. Se não puder, carregue o passaporte em pequenas bolsas coladas ao corpo, nunca nos bolsos. Não saia com muito dinheiro(R$200,00 no máximo). Leve sempre dinheiro trocado (notas de pequeno valor) para não se confundir com o troco e não chamar a atenção.

6 – O RIO À NOITE

Como em todo lugar do mundo, convém frequentar os lugares de maior movimento e evitar os locais desertos. O Centro do Rio é um bom programa mas, durante o dia. À noite suas ruas ficam desertas e perigosas. A excessão é a Lapa. Com seus bares, restaurantes e até barracas de rua, a Lapa oferece diversão garantida, seja para quem quer apenas comer, beber e bater um papo, como para quem quer dançar e conhecer a musica brasileira.

7 – FERIADOS E ALTA TEMPORADA

Em todo lugar do mundo é assim. Na alta temporada tudo fica mais caro, mais movimentado e aumentam as filas de espera em praticamente todos os lugares onde a gente vai. Não é diferente por aqui. Por isso, veja, nesta tabela, quais são os períodos de férias escolares e os principais feriados, em 2016, aqui no Rio de Janeiro.

Muito bem, se você vem para  o Carnaval ou para as Olimpíadas, o jeito é se programar e tentar reservar lugar em restaurantes e nas principais atrações que você que visitar. Assim você evita perder tempo em filas e longas esperas.

Se puder, evite estas datas e aproveite, com mais calma, tudo que o Rio tem a oferecer.

VOLTAR

Uma opinião sobre “7 DICAS PARA UMA VIAGEM, SEM PROBLEMAS, AO RIO DE JANEIRO.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *